terça-feira, 23 de junho de 2015

Audiência pública do MPEduc analisa problemas enfrentados pela rede pública de ensino em Currais Novos

Banheiros em péssimas condições de uso, leite da merenda escolar vencido há mais de um mês, computadores sem instalação há mais de cinco anos, falta de água potável, fossas estouradas e salas interditadas com risco de desabamento são alguns dos problemas enfrentados por escolas da rede pública de ensino, localizadas no município de Currais Novos (RN). A constatação foi feita pela equipe do Ministério Público pela Educação (MPEduc), formada por membros e servidores dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, em visitas realizadas às 41 escolas da cidade. As irregularidades constatadas foram discutidas em audiência pública realizada na tarde dessa segunda-feira, 22, no auditório do IFRN de Currais Novos.

O evento teve a coordenação do procurador da República Bruno Lamenha e das promotoras de Justiça Iveluska Lemos e Mariana Barbalho e contou ainda com a presença do prefeito de Currais Novos, Vilton Cunha, da secretária de Educação do Município, Aparecida Medeiros, e do diretor da 9ª Diretoria Regional de Educação (Dired), Jorian Pereira dos Santos. “Trata-se de uma oportunidade única de discutirmos com todos os personagens envolvidos no processo. Conseguimos reunir professores, membros dos conselho, diretores, o prefeito e o representante do estado para discutirmos pontualmente os problemas enfrentados pela Educação”, afirmou Bruno Lamenha. O procurador destacou ainda que apesar das dificuldades, as visitas às escolas permitiram encontrar profissionais engajados e motivados na busca pela melhoria da educação.

A audiência pública contou com a aprovação de professores e diretores que participaram do evento. “Gostaria de parabenizar o Ministério Público por essa iniciativa. Em 31 anos, nunca vi um envolvimento tão grande com a educação”, frisou a servidora do estado Damiana Luzia. “Esse momento é único, é histórico na cidade de Currais Novos. Essa discussão com a comunidade, o Ministério Público e com o prefeito ouvindo as nossas dificuldades é um contexto todo diferente que nunca aconteceu na cidade de Currais Novos”, comemorou a diretora do Centro de Ensino Rural, Yelina Veronica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário