sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

MP quer modificar licenças para parques eólicos no Seridó

O Ministério Público Estadual expediu recomendação conjunta, assinada pelos promotores Alysson Michel de Azevedo Dantas e Mariana Marinho Barbalho, endereçada ao Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema), para que modifique todas as licenças ambientais emitidas para os parques eólicos nas cidades de Lagoa Nova, Bodó, Cerro Corá e Santana do Matos.

Os promotores recomendaram a proibição de utilização de pó de brita e a obrigação de pavimentar as vias de acesso externo aos parques eólicos, nos trechos habitados. Tal medida visa reduzir ao máximo ou eliminar a poeira gerada pela movimentação de veículos nesses acessos. Eles destacam que, por ser formada de grãos muito pequenos, a poeira do pó de brita e da piçarra dispersada pelo trânsito de veículos se agrega à vegetação, dificulta a respiração e prejudica a fotossíntese das plantas atingidas, dificultando ainda mais a sobrevivência de um bioma já tão prejudicado pelo clima e a escassez de água.

Nenhum comentário:

Postar um comentário