sexta-feira, 7 de abril de 2017

PM…DB: TV de Henrique poupa o ex-deputado mas mostra citação a Garibaldi e Walter em processo da lava-jato

O senador Garibaldi Filho (PMDB) e o deputado Walter Alves (PMDB) não devem ter achado a menor graça no noticiário da TV Cabugi nesta quinta-feira.

A TV mostrou que os dois peemedebistas, além dos democratas José Agripino e Felipe Maia, foram incluídos em um inquérito já aberto no STF para apurar doações feitas pela Transpetro, como informou o ex-diretor Sérgio Machado.

Porééém…a TV, que tem o ex-deputado Henrique Alves (PMDB) como sócio, se esqueceu de dizer que, na mesma decisão do ministro Edson Fachin, a citação a Henrique havia sido autorizada a ser investigada pelo juiz Sérgio Moro, em Curitiba.

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que a relação entre Henrique e Garibaldi/Walter não é de amor há algum tempo…

Com a discriminação pública, tende a piorar…

Mas é bom que se esclareça uma coisa: pelo menos no caso dos dois senadores e dois deputados, as doações foram apontadas pelo próprio delator como “oficiais”.

E na época a lei permitia a doação por empresas a campanhas políticas.

É exatamente o que o procurador-geral Rodrigo Janot solicitou: que se apure a origem das doações e o registro na Justiça Eleitoral do que foi recebido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário