sexta-feira, 19 de maio de 2017

“Diretas Já” se espalham pelo País após “fico” de Temer

Avenida Paulista, em São Paulo
Assim que o presidente Michel Temer anunciou em pronunciamento oficial que não irá renunciar ao cargo, as ruas das principais capital brasileiras foram tomadas por protestos contra o pmdebista na tarde/noite desta quinta-feira.

Assim como já tinha acontecido na véspera, logo após a divulgação das denúncias divulgadas pelo jornal O Globo, em delação premiação dos donos da JBS, manifestantes foram as ruas para exigir a saída imediata do presidente, além das “Diretas Já”. Na gravação, Temer estaria pedindo para Batista manter pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha, preso em Curitiba, em troca de seu silêncio.

Avenida Paulista, em São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário