domingo, 20 de dezembro de 2015

Autor de ação contra Collor em 1992 diz que afastar Dilma agora seria golpe

Da Folha – “É golpe porque é contrário à Constituição.” É assim que Dalmo de Abreu Dallari, decano jurista e professor emérito da Faculdade de Direito da USP, se refere ao pedido de impeachment atualmente em trâmite na Câmara dos Deputados. “Impeachment sem fundamento jurídico é um golpe porque é uma violência”, acrescenta.
Prestes a completar 84 anos, o professor explica a decisão do Supremo Tribunal Federal de anular a votação secreta na Câmara e reiterar o poder do Senado no rito do impeachment e evoca a Constituição de 1988 a cada argumento que dá contrário ao pedido assinado por Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr., dois colegas que rascunharam com ele o pedido de impedimento do ex-presidente Fernando Collor de Mello em 1992. “Eu não sou a favor de Dilma. Sou a favor da Constituição.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário