quinta-feira, 12 de maio de 2016

Governador entrega 250 cheques do Microcrédito em Macau e anuncia Central do Cidadão para junho

governador
O governador Robinson Faria implementou mais uma ação de fomento à economia e ao empreendedorismo do Rio Grande do Norte. Na manhã desta quinta-feira (12), foram entregues em Macau 250 cheques do Microcrédito do Empreendedor, programa pioneiro desenvolvido pelo Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e da Assistência Social (Sethas), em parceria com a Agência de Fomento do RN (AGN). Com a iniciativa, serão investidos mais de R$ 800 mil para estimular novos ou antigos comerciantes que desejam abrir ou expandir seus negócios. Participaram do evento no Lions Clube a secretária da Sethas e primeira dama do Estado, Julianne Faria, o secretário de Relações Institucionais, Hudson Brito, o diretor-presidente da AGN, Murilo Diniz, o deputado estadual Ricardo Motta e o prefeito de Assu, Ivan Júnior.

Os cheques entregues hoje são referentes a financiamentos que vão de R$ 3 mil a R$ 6 mil, com taxas de juros entre 1,5% a 1,7% ao mês, com prazo para pagar o financiamento em até 12 meses, mas com bônus de 100% dos juros para quem pagar em dia. O Microcrédito Empreendedor foi lançado em julho de 2015 durante a Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (Famuse), em Caicó. O objetivo do programa é incentivar a autonomia financeira, a geração de emprego e renda e expandir os pequenos negócios locais.

O chefe do Executivo Estadual falou ainda que trabalha em duas frentes. A reabertura da unidade materno-infantil (Apami), cujo convênio já está firmado, mas depende da resolução de uma questão judicial, e a outra será a implantação de uma casa de cultura no município. “Essas são ações que trabalhamos muito para poder anunciar para o povo de Macau. A Central do Cidadão, mesmo não sendo uma promessa de campanha, é uma obrigação nossa enquanto gestores. Estamos mostrando com ações que não temos medo da crise, que ela não vai nos impedir de trabalhar mesmo diante das dificuldades”, falou Robinson Faria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário