quinta-feira, 26 de março de 2015

Vilton e João Gustavo se reúnem com secretário da SESAP e pedem melhorias pro Hospital de Currais Novos

Referência no interior do Rio Grande do Norte e com problemas comuns a outras unidades de saúde do estado e do país, o Hospital Regional “Mariano Coelho” em Currais Novos passa por uma situação “aguda e de dificuldades”, segundo destacou o secretário estadual da saúde pública, Dr. Ricardo Lagreca, durante reunião na manhã desta quinta-feira (26) com o prefeito Vilton Cunha e vice João Gustavo. O secretário da SESAP veio ao município para discutir com a prefeitura, diretores do Hospital, vereadores, e conselhos estadual e municipal de saúde, alternativas urgentes para solucionar problemas da unidade hospitalar. A coordenadora dos hospitais do RN, Milena Costa Martins, e a subcoordenadora dos hospitais, Adriana Macedo, também participaram da reunião. “Este hospital possui uma grande importância para o Estado e o nosso objetivo na manhã de hoje é discutir soluções para os problemas que afligem a população”, disse Lagreca. O prefeito Vilton Cunha pediu ao secretário prioridade para o “bom funcionamento do hospital”. Vilton também lembrou que algumas ações estão sendo realizadas na rede de atenção básica para a melhoria da saúde municipal, como a ampliação das equipes de Estratégia de Saúde da Família, e o projeto de implantação da UPA 24horas que deverá funcionar no antigo prédio da Unimed e irá contribuir no atendimento de urgência e emergência.

         A coordenadora dos hospitais do Estado disse que um dos projetos do governo estadual é reestruturar especialidades médicas em algumas unidades, e em Currais Novos a SESAP planeja fortalecer a ortopedia para diminuir o fluxo de pacientes para Natal. “Currais Novos será um dos municípios contemplados com esta reestruturação da ortopedia”, disse Milena. O vice-prefeito João Gustavo comentou sobre alguns problemas do hospital, como o autoclave quebrado e o desabastecimento. A coordenadora afirmou que a secretaria deverá enviar um novo equipamento de autoclave e que o abastecimento de insumos e medicamentos já está sendo realizado.
        
         O diretor médico do HRMC, Dr. Giordano, fez um breve histórico do agravamento dos problemas da unidade que recebe pacientes de 25 municípios do Seridó. “A partir de maio receberemos alunos do curso de Medicina da UFRN e temos que estruturar o hospital para recebermos estes estudantes”, disse o médico. De acordo com informações da SESAP, quase 50% das cirurgias realizadas no HRMC são de pessoas de outras cidades. O secretário Lagreca afirmou que o governador Robinson Faria está trabalhando seriamente para melhorar a situação deste e de outros hospitais do Estado, e lembrou a diminuição na fila de espera por cirurgias ortopédicas. Lagreca disse que agora a solução emergencial é “abastecer os hospitais” com insumos e medicamentos, ação que está sendo possível devido o esforço do governo em resgatar a “credibilidade com os fornecedores”. Após a reunião o secretário visitou todas as instalações do Hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário