sábado, 17 de junho de 2017

Empresas de políticos têm dívidas milionárias com o INSS; Collor é líder no ranking

yiuyio.jpeg                                          
Em tempos de discussões acaloradas sobre a Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados e no Senado, uma divulgação da Procuradoria-Geral da Fazenda mostra que, pelo menos, 73 deputados e 13 senadores – 1 em cada 7 parlamentares – estão associados a empresas que estão em dívida com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

No documento, cujos dados foram levantados pela Procuradoria-Geral Adjunta de Gestão da Dívida Ativa da União e Coordenação-Geral de Estratégias de Recuperação de Créditos, os políticos em questão possuem elos com as empresas como administradores, sócios, presidentes ou diretores de grupos. E o valor é milionário. Ao todo, todas as empresas devem mais de R$ 370 milhões.

O senador alagoano Fernando Collor de Melo (PTC) é o líder do ranking. Ele está associado a cinco empresas, que juntas, devem R$ 112 milhões à previdência.

Na nota, assinada pelo procurador da Fazenda, Diego de Saboia Xavier, destaca “que as informações dos devedores inscritos em dívida ativa da União não são protegidas por sigilo fiscal, de forma que podem e devem ser fornecidas a qualquer cidadão e estão disponíveis para consulta pública”.

A Procuradoria informou ainda que os valores informados correspondem aos débitos somados e atualizados até abril de 2017.

Confira dados completos  aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário